Você está aqui: Página Inicial > SEI! > Avisos e comunicados > Gente que Faz - CODOC/COGRL

Notícias

Gente que Faz - CODOC/COGRL

Conheça a equipe da CODOC/COGRL/SPOA, que fez o SEI acontecer no Ministério da Fazenda
publicado: 18/04/2018 14h21 última modificação: 07/05/2018 09h16

Desde o início do projeto para a redefinição do sistema eletrônico de gestão de documentos e processos no MF, a equipe da Coordenação de Documentação e Informação da COGRL, com o apoio da COGTI, enfrentou vários desafios: a avaliação das funcionalidades do Comprot em relação ao Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos – e-ARQ Brasil (CONARQ, 2011); a análise da aderência dos requisitos desejáveis à solução a ser adotada pelo MF;  a implantação de um novo sistema, em substituição ao Comprot; a preparação da equipe gestora do sistema; a capacitação dos servidores para a utilização do SEI. O apoio da SPOA foi fundamental para a continuidade do projeto. Saiba mais sobre quem fez o SEI do Ministério da Fazenda virar realidade.

Quem integra a equipe de implantação do SEI no MF?

Toda a equipe atual da CODOC – Aline, Amanda, Daniele, Eduardo, Fátima, Nivaldo e Waléria –, bem como fizeram parte Caroline, Célia e Patrícia; e a equipe da COGTI, inicialmente gerenciada pelo Vanderson e, posteriormente, pelo Tiago. Além disso, as unidades do MF indicaram servidores para subsidiarem internamente a implantação, o que ajudou bastante a CODOC ter esses pontos focais.

O que o grupo destaca como dificuldade encontrada nesses anos de trabalho?

A equipe é pequena, e a gestão do SEI/MF é apenas uma das atividades que compete à Coordenação. Porém, a maior dificuldade na implantação do sistema é a resistência de alguns usuários em relação à mudança. Mas acreditamos que isso seja natural como em qualquer outra transição e tentamos contornar da melhor maneira possível.

Agora, iniciada a última fase de implantação do SEI em todo o Ministério da Fazenda, qual o sentimento da equipe?

Saber que fazemos parte de uma grande mudança no Ministério, tanto tecnológica quanto cultural, nos faz sentir orgulhosos. O feedback dos usuários, a melhoria nos seus processos de trabalho e a transparência de informações para o cidadão recompensam todo nosso esforço e dedicação.

Alguém poderia destacar um ponto do começo e outro do futuro do SEI no MF?

“Comparando-se com o processo de implantação do Comprot, nos anos 90, a mudança para o SEI foi relativamente tranquila, pois o sistema tem um modo de operação mais simples e intuitivo para o usuário”, comentou o colega Nivaldo, que também participou da implantação do Comprot e compartilhou sua experiência com a equipe durante todo o projeto.

Já Amanda, atual Coordenadora, fala do futuro do SEI: “A expectativa é de que a contribuição da implantação do SEI no MF seja cada vez maior, proporcionando agilidade e transparência dos atos administrativos. Que os usuários tenham cada vez mais segurança e habilidade em utilizar o sistema, aproveitando tudo o que ele oferece. E que as dificuldades sejam cada vez menores, principalmente com a integração do e-Processo ao SEI e com a implementação do barramento de serviços para tramitação de processos entre órgãos”.

Equipe SEI/MF

Da esquerda para a direita: Waléria, Fátima, Eduardo, Daniele, Aline, Caroline, Amanda e Nivaldo

Fonte: COGRL/SPOA
Edição: CCOM/SPOA