Você está aqui: Página Inicial > PMIMF > Frentes de Atuação > Planejamento Estratégico

PMIMF


Frente de Planejamento Estratégico


A frente de trabalho Planejamento Estratégico do PMIMF  foi criada com o objetivo principal de discutir continuamente a eficácia, a efetividade e o alinhamento das ações ministeriais por meio do estabelecimento e sustentação de um macroprocesso de planejamento estratégico integrado do Ministério da Fazenda.

As macroetapas desenvolvidas pela Subsecretaria de Gestão Estratégica da Secretaria Executiva (SGE/SE) para definição e implantação do processo de planejamento estratégico do MF são:

  • Realização do "Diagnóstico Estratégico" no Ministério da Fazenda; 
  • Implantação do "Modelo de Governança Corporativa" do Ministério da Fazenda relacionado à gestão e à manutenção do processo de planejamento estratégico institucional;
  • Atualmente, execução do 6º ciclo de Planejamento, com a integração de novos participantes no Programa;
  • Realização de Reuniões de Análise Crítica (RACs) para aprimoramento dos itens críticos da estratégia ministerial; e
  • Monitoração periódica da execução da estratégia do MF estabelecida para 2015/2016.


No menu Download de Arquivos desta frente de trabalho são apresentados boa parte dos trabalhos realizados no contexto das macroetapas citadas acima, desde o início das atividades da frente no ano de 2011.

Os principais resultados esperados com a Frente de Planejamento Estratégico do MF em 2017 são:

  • Melhoria dos processos de monitoramento da estratégia e revisão de indicadores do Programa. Processos aperfeiçoados e automatizados – mensuração continuada da execução da estratégia e avaliação sistemática de resultados;
  • Ampliação da abrangência do Programa, com o início da participação da Secretaria da Previdência – SPREV e da Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC no planejamento estratégico do MF, com a integração do negócio Previdenciário na cadeia de valor e mapa estratégico deste Ministério;
  • Aperfeiçoamento do Modelo de Gestão Corporativo com a revisão da estruturação, composição e forma de funcionamento dos diversos Comitês existentes;
  • Maior integração dos órgãos do MF para participar da elaboração do próximo PPA;
  • Discussão da eficiência organizacional que considera, inclusive, questões relativas a risco e à relação custo x benefício das ações empreendidas pelo MF;
  • Execução/Revisão do Modelo de Gestão Integrada com Foco em Resultados.