Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2018 > Junho > Brasil tem projeto de Readiness aprovado no Fundo Verde do Clima

Notícias

Brasil tem projeto de Readiness aprovado no Fundo Verde do Clima

Financiamentos

Projeto no valor de US$ 700 mil tem como objetivo auxiliar o Brasil na avaliação e priorização de suas necessidades tecnológicas em relação às mudanças climáticas.
publicado: 20/06/2018 17h43 última modificação: 20/06/2018 17h43

Em maio de 2018, o GCF (Fundo Verde do Clima, na sigla em inglês) aprovou projeto de Readiness no montante de US$ 700 mil, elaborado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) em parceria com a UNEP (UN Environment), entidade das Nações Unidas acreditada junto ao GCF que será a executora do projeto. A Secretaria de Assuntos Internacionais (SAIN) do Ministério da Fazenda, no papel de Autoridade Nacional Designada para o GCF, também trabalhou em conjunto com os órgãos na elaboração da proposta. 

Denominado “Technology Needs Assessment for the Implementation of Climate Action Plans in Brazil”, o projeto tem por objetivo priorizar tecnologias de mitigação de emissão de gases de efeito estufa e estabelecer planos de ação tecnológicos (TAP) para as tecnologias priorizadas. Nesse sentido, buscará mapear os gargalos e necessidades tecnológicas para a implementação das tecnologias selecionadas, contribuindo assim para que o País possa atingir as metas e compromissos assumidos no cenário internacional de maneira eficiente. 

A SAIN ressaltou que a proposta aprovada está diretamente relacionada ao projeto "Opções de Mitigação de Emissões de Gases de Efeito Estufa em Setores-Chave do Brasil", iniciativa do MCTIC elaborada em parceria com a UNEP e utilizando recursos do Global Environment Facility (GEF), que realizou uma análise integrada das diferentes opções de mitigação, considerando os custos e benefícios dessas alternativas, bem como suas consequentes implicações econômicas e sociais. 

A implementação deste projeto, destacou a SAIN, irá reforçar o engajamento do Brasil com o GCF, dado que os Planos de Ação Tecnológicos serão uma ferramenta relevante para a identificação de possibilidades de desenvolvimento de novos projetos junto ao Fundo, fornecendo um painel  de tecnologias com relação custo beneficio atraentes. 

Adicionalmente, as tecnologias mapeadas e os projetos a serem desenvolvidos estarão alinhados com os Eixos Estratégicos e Áreas de Investimento estabelecidos no Programa País do Brasil para o GCF, fortalecendo ainda mais a apropriação pelo País na elaboração de projetos para o Fundo. 

O projeto em questão tem duração de 18 meses, e o início das atividades está previsto para setembro de 2018. 

Readiness 

Os recursos de Readiness consistem em uma janela de financiamento que tem por objetivo ampliar as capacidades institucionais e melhorar a eficiência do engajamento dos países com o GCF, bem como reforçar a apropriação pelos países no desenvolvimento de projetos para acesso aos recursos do Fundo. 

Os recursos podem ser ofertados na  forma de doações ou de assistência técnica, e estão limitados a US$ 1 milhão de dólares, por país, por ano. Para maiores informações, consultar o site do GCF.