Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Setembro > Governo amplia acesso ao microcrédito orientado

Notícias

Governo amplia acesso ao microcrédito orientado

Crédito Popular

Renda ou receita bruta máxima para aceso ao programa passa de R$ 120 mil para até R$ 200 mil
publicado: 28/09/2017 12h01 última modificação: 06/10/2017 13h46

A Medida Provisória nº 802/2017, publicada nesta quarta-feira (27/09) no Diário Oficial da União, ampliou de R$ 120 mil para até R$ 200 mil a renda ou receita bruta máxima dos empreendedores que poderão ter acesso ao Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado - PNMPO.

A medida integra as ações do Programa Progredir, que tem entre seus objetivos incentivar o empreendedorismo e promover a independência das famílias de Microempreendedores Individuais (MEI) inscritas no Cadastro Único, principalmente os MEIs beneficiários do Programa Bolsa Família.

O PNMPO foi instituído pela Lei n.º 11.110, de 25 de abril de 2005, para estimular a geração de trabalho e renda entre os empreendedores populares, instrumento essencial para a inclusão social e o combate à pobreza.

O programa mobiliza uma rede de instituições especializadas na concessão de crédito, com a orientação técnica necessária ao desenvolvimento sustentável dos empreendimentos financiados. Mais de R$ 50 bilhões já foram aplicados no programa.

O crédito é concedido por meio da Caixa Econômica Federal;  Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES; bancos comerciais; bancos de desenvolvimento; bancos múltiplos com carteira comercial; cooperativas centrais de crédito; cooperativas singulares de crédito; agências de fomento; sociedade de crédito ao microempreendedor e à empresa de pequeno porte, e organizações da sociedade civil de interesse público.

O Conselho Monetário Nacional, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador - Codefat e os conselhos deliberativos dos fundos constitucionais de financiamento definem as condições de repasse de recursos e de contratação de operações de crédito e poderão estabelecer estratificações que priorizem os segmentos de mais baixa renda entre os beneficiários do PNMPO.

Ação de Governo: A MP nº 802/2017 foi assinada pelo Presidente da República e pelos Ministros da Fazenda, Trabalho, Planejamento e Desenvolvimento Social. A Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda colaborou no desenvolvimento do Programa por integrar o Comitê Interministerial que trata do assunto.

O que é microcrédito produtivo orientado?
É o crédito concedido para financiamento das atividades produtivas  de microempreendedores populares, formais e informais (com atividades produtivas de pequeno porte e faturamento anual de até R$ 200 mil).

Utiliza metodologia baseada no relacionamento direto com o empreendedor, por meio de um agente de crédito de uma instituição de microcrédito habilitada ao PNMPO. Esse agente de crédito faz um levantamento socioeconômico junto ao microempreendedor avaliando, assim, o potencial do negócio bem como a necessidade do valor do financiamento e a capacidade de pagamento do tomador de crédito.

Saiba mais sobre o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado – PNMPO

registrado em: