Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Dezembro > Tesouro Direto lança “segunda onda” de melhorias

Notícias

Tesouro Direto lança “segunda onda” de melhorias

Tesouro Direto

Aplicativo oficial, ampliação do horário para resgates, SMS e um novo extrato tornarão o programa mais fácil e acessível
publicado: 01/12/2016 10h09 última modificação: 01/12/2016 18h28
Reprodução/MF
Segundo a secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, objetivo é aproximar cada vez mais o programa do grande público

Segundo a secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, objetivo é aproximar cada vez mais o programa do grande público

O Tesouro Direto, em parceria com a BM&FBOVESPA, lança hoje (01/12) um conjunto de novidades que vão torná- lo ainda mais fácil, acessível e seguro para seus investidores. As inovações fazem parte de um processo de aperfeiçoamento marcado por grandes “ondas”, que têm como objetivo aproximar cada vez mais essa alternativa de investimento do grande público.

O aplicativo oficial do Tesouro Direto é o carro-chefe deste conjunto de melhorias. Disponível em um primeiro momento para sistemas Android, a ferramenta é gratuita e permitirá ao participante realizar todas as principais transações – como investimentos, resgates, agendamentos e consulta de extratos – quando e onde quiser. É o TD na palma da mão, com mais liberdade e mobilidade para o investidor.

Outra novidade é a ampliação do horário de resgates das aplicações. Das 9h30 às 18h, nos dias úteis, os investimentos e resgates serão processados com os preços e taxas disponíveis no momento da transação. Das 18h às 5h e ao longo de todo o fim de semana ou feriado, os investimentos e resgates poderão ser realizados, mas serão liquidados com os preços de abertura do dia útil seguinte. Nesse período, os preços e taxas exibidos no site do Tesouro Direto são apenas para referência. Por fim, nos dias úteis, das 5h às 9h30, o sistema fica em manutenção, semelhante ao que ocorre hoje. Atualmente o resgate diário só está disponível, nos dias úteis, das 18h às 5h, e em tempo integral nos fins de semana e feriados.

Os investidores poderão ainda acompanhar o fluxo e o status de suas transações com o Tesouro Direto com muito mais segurança e controle a partir de agora. Basta cadastrar o telefone celular no site do Tesouro Direto para receber o novo serviço de SMS, que avisará ao participante sobre as operações, disponibilizará o extrato e o notificará sobre a cobrança de taxas. O investidor também receberá por e-mail mensagens sobre o status das suas transações, tornando o processo de investimento muito mais previsível.

O novo extrato, por sua vez, vai ampliar e facilitar o acesso dos investidores à informação sobre o Tesouro Direto. Além de contar com um layout mais claro, didático e intuitivo, o extrato trará um gráfico mostrando a evolução do valor das aplicações para investimentos feitos a partir de 2015. Dessa maneira, o participante do programa poderá ficar mais tranquilo diante das flutuações do mercado.

O Tesouro Direto apresenta ainda, neste pacote de novidades, uma ferramenta de treinamento que vai atender tanto quem já participa do programa quanto aqueles que ainda não o conhecem. Em parceria com a Escola de Administração Fazendária (Esaf), foi criado um curso online gratuito com conteúdo didático nos níveis básico, intermediário e avançado. Os primeiros mil inscritos que concluírem o treinamento na plataforma da Esaf receberão um certificado. O conteúdo do curso também estará disponível no site do Tesouro Direto.

O lançamento desse pacote de melhorias foi precedido pela divulgação de três novos vídeos na galeria do TD. Eles trazem explicações sobre os títulos prefixados e sobre os pós-fixados Tesouro IPCA+ e Tesouro Selic. O material representa a continuidade de uma ação que tem como objetivo mostrar, de forma didática e acessível, as principais características do Tesouro Direto e suas múltiplas possibilidades de aplicação.

As mudanças, que estarão disponíveis a partir do dia 3 de dezembro, compõem a “segunda onda” de aperfeiçoamento do Tesouro Direto. A primeira foi anunciada em 10 de março de 2015, no dia em que o Tesouro Nacional completou 29 anos, e ficou marcada pela mudança nos nomes dos títulos, pela implementação da liquidez diária, pela criação do Orientador Financeiro, entre outras novidades. Desde então, o estoque do programa mais do que dobrou, tendo atingido R$ 38,1 bilhões em outubro, mês em que o número de investidores cadastrados superou a marca de 1 milhão.


 Multimídia