Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Dezembro > Exportador poderá testar novas funcionalidades do Portal Único de Comércio Exterior

Notícias

Exportador poderá testar novas funcionalidades do Portal Único de Comércio Exterior

Siscomex

Sistema entrará em operação em fevereiro de 2017
publicado: 20/12/2016 18h06 última modificação: 20/12/2016 18h06

Os exportadores brasileiros podem acessar, desde a última segunda-feira (19), um ambiente de validação para simular as operações e testar as novas funcionalidades desenvolvidas no Portal Único de Comércio Exterior. O teste antecede a efetiva entrada em operação do novo sistema, prevista para acontecer em fevereiro de 2017. As informações referentes ao novo processo de exportações estão disponíveis no endereço www.siscomex.gov.br.

O secretário-adjunto da Receita Federal, Paulo Ricardo de Souza Cardoso, afirma que "o teste é essencial tanto para eventuais correções necessárias quanto para aperfeiçoamentos a serem sugeridos pelos operadores em trabalho conjunto com o governo".

Na avaliação do secretário de Comércio Exterior do MDIC, Abrão Neto, “o principal objetivo dessa ação é permitir que os operadores possam testar, em conjunto com o governo, as soluções tecnológicas desenvolvidas para o Portal Único. Os usuários poderão, inclusive, sugerir aprimoramentos e reportar eventuais falhas e inconsistências do sistema”. A iniciativa visa reduzir possíveis transtornos na operação efetiva do sistema e também permitir que o setor privado se familiarize com as novas ferramentas. O secretário ressalta, no entanto, que, no ambiente de validação, as operações realizadas serão apenas para teste. Não terão validade para efetivar vendas ao exterior.

Após o período de testes, no ano que vem, as primeiras exportações a serem feitas pelo novo processo serão aquelas que utilizam o modal aéreo. Os demais meios de exportação (marítimo, ferroviário, rodoviário e postal, por exemplo) contarão com a novidade ainda no primeiro semestre. O Portal Único de Comércio Exterior é fruto de um trabalho conjunto entre a Receita Federal e o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Fonte: Receita Federal