Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > Outubro > Zelotes: mandados de busca e apreensão são cumpridos em Brasília e no Rio de Janeiro

Notícias

Zelotes: mandados de busca e apreensão são cumpridos em Brasília e no Rio de Janeiro

Nota à imprensa

Investigações têm revelado a participação de novas pessoas envolvidas no esquema ilícito de manipulação de julgamentos no Carf
publicado: 08/10/2015 00h00 última modificação: 10/06/2016 18h32

Na manhã desta quinta-feira (08/10/2015) foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão, cinco em Brasília e dois no Rio de Janeiro, destinados a coletar novos documentos para aprofundar os trabalhos de investigação.

A medida foi requerida à Justiça após a análise do material apreendido em 26 de março, na execução da primeira etapa da operação realizada em 41 (quarenta e um) endereços.

As novas buscas foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) após análise de recurso interposto pelo MPF, em face do indeferimento inicial do Juiz Federal Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal.

As apurações realizadas no âmbito da investigação denominada Operação Zelotes, conduzida pelo Ministério Publico Federal (MPF), pela Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda (COGER/MF), pela Coordenação Geral de Pesquisa e Investigação da Receita Federal do Brasil (COPEI/RFB) e pelo Departamento de Polícia Federal (DPF), têm revelado a participação de novas pessoas envolvidas no esquema ilícito de manipulação de julgamento de processos administrativos fiscais no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda (CARF/MF).

As investigações têm apontado para a existência de irregularidades que consistiram na manipulação de decisões, mediante a atuação coordenada de agentes públicos e privados, com a finalidade de reduzir ou extinguir débitos tributários com o, conseqüente, prejuízo para a Administração Pública.

Os processos vinculados à investigação tramitam em segredo de justiça, razão pela qual os alvos da operação não poderão ser informados.