Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 1998 > CMN rola dívida agrícola e regula leasing

General

CMN rola dívida agrícola e regula leasing

publicado: 18/02/1998 23h00 última modificação: 26/05/2015 16h50
Notas Oficiais

19/02/1998


CMN rola dívida agrícola e regula leasing


O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou hoje (19/2) a rolagem por até 20 anos das dívidas de produtores rurais acima de R$ 200 mil, sem custos para o Tesouro, através da troca por títulos. As dívidas até R$ 200 mil já foram renegociadas há cerca de 2 anos.

Em reunião presidida pelo ministro da Fazenda, Pedro Malan, o CMN regulamentou também as operações de leasing operacional, tornando este tipo de arrendamento mercantil mais atrativo. Outras decisões do CMN foram:

  • ampliação administrativa dos Fundos de Aposentadoria Programada Individual (FAPI) às sociedades corretoras e sociedades distribuidoras de títulos e valores mobiliários;

  • autorização para que a Toyota Motor Corporation (TMC) constitua banco múltiplo com controle estrangeiro e sociedade de arrendamento mercantil;

  • continuidade do processo de associação da São Desidério Participações Ltda., principal acionista da Leasecorp Arrendamento Mercantil S.A., com o grupo El Camino Resources de America Latina, Inc., que assumirá 50% das ações ordinárias e uma ação preferencial do arrendador;

  • autorização para que a General Eletric Co. adquira 100% das ações representativas do capital social do Banco Mappin S.A. e 60% das ações representativas do capital social da Financiadora Mesbla S.A. Crédito, Financiamento e Investimento;

  • concessão de integralização, com ações, de quota de fundo mútuo de investimento em ações (carteira livre), às entidades fechadas de previdência privada;

  • alteração nas condições de pagamento de empréstimo feito ao estado do Rio de Janeiro pela CEF, consistindo em incorporação ao saldo devedor de prestações vencidas e fixação de nova data de vencimento;

  • alteração do art. 5º da Resolução 2.461, no tocante ao cálculo do limite das aplicações das instituições do SFN em títulos e valores mobiliários de empresas estatais;

  • ajuste nas regras de aplicação do crédito rural no financiamento para a aquisição de Cédulas de Produto Rural (CPR) de algodão, milho e arroz, obedecidos critérios que conciliem disponibilidade e demanda de recursos;

  • alteração da Resolução 2.455/97, visando igualar os prazos das operações de EGF/SOV do algodão em caroço aos do algodão em pluma, bem como que a indústria consumidora de algodão em pluma possa ser beneficiária de EGF/SOV.


Ministério da Fazenda Esplanada dos Ministérios - Bloco P - 70048-900 - Brasília - DF - Pabx: (61)412-2000/3000 - Fax: (061)226-9084