Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 1996 > Economia cresce um pouco mais no 2º semestre

General

Economia cresce um pouco mais no 2º semestre

publicado: 24/07/1996 00h00 última modificação: 26/05/2015 16h50
Notas Oficiais

24/07/1996

Economia cresce um pouco mais no 2º semestre

O secretário de Política Econômica, José Roberto Mendonça de Barros, disse hoje (24/7) que a economia brasileira continuará apresentando crescimento da atividade neste segundo semestre e que as contas públicas estão atualmente em melhor situação do que no ano passado, apesar do aumento da dívida pública interna como reflexo dos juros ainda elevados no passado.

O secretário Mendonça de Barros apresentou à imprensa a edição do Boletim de Acompanhamento Macroeconomico, com as avaliações do Ministério da Fazenda sobre a situação atual da economia brasileira.

Os destaques do boletim são os seguintes:

Inflação - O IPC-Fipe atinge o pico de 1,8% na segunda quadrissemana de julho devido ao grupo transportes. Preços agrícolas no atacado elevam IGP-M no segundo decendio de julho.

Nivel de atividade - Atividade econômica mantém a retomada, ainda que lenta. Melhoram em junho os indicadores de inadimplencia da pessoa fisica e da pessoa juridica.

Politica monetária - O efeito da flexibilização da politica monetaria sobre o custo da divida publica federal ficará mais claro a partir do segundo semestre. Redução do cupon cambial tem contribuido para melhorar o perfil da entrada de capital externo.

Setor externo - No primeiro semestre deste ano, a balança comercial mostrou saldo negativo de US$ 296 milhões, em contraste com o deficit de US$ 4.167 milhões no mesmo período do ano passado.

Política fiscal - Déficit primário do governo federal de R$ 705 milhões registrado em junho decorreu do decrescimo das receitas, do pagamento do decimo-terceiro salario ao funcionalismo e da elevação das despesas de custeio e investimento do Tesouro Nacional.

 

Ministério da Fazenda Esplanada dos Ministérios - Bloco P - 70048-900 - Brasília - DF - Pabx: (61)412-2000/3000 - Fax: (061)226-9084