Você está aqui: Página Inicial > Centrais de conteúdos > Áudios > 2016 > Fala do ministro no Dia Nacional de Mobilização Zika Zero (13/02/2016)

Fala do ministro no Dia Nacional de Mobilização Zika Zero (13/02/2016)

publicado 13/02/2016 14h22, última modificação 08/08/2016 11h16
Em Belo Horizonte, ministro Nelson Barbosa fala a agentes de saúde no Dia Nacional de Mobilização Zika Zero. (Brasília - DF, 13/02/2016)
Transcrição do Áudio

Discurso do ministro Nelson Barbosa no Dia Nacional de Mobilização Zika Zero
Belo Horizonte – 13/02/2016

“Bom dia a todos,

Para mim é um prazer estar aqui em Belo Horizonte participando dessa iniciativa, representando o governo federal. Nós estamos hoje em um dia de mobilização nacional contra o mosquito que transmite várias doenças, transmite a dengue, transmite a chikungunya e recentemente transmitindo também o vírus Zika. Esse é um desafio pra toda a população brasileira, para todo o governo brasileiro.

Neste dia de hoje, nós temos uma mobilização de mais de 200 mil pessoas das Forças Armadas brasileiras, junto também com mobilização dos efetivos dos governos municipais e estaduais. Quero cumprimentar aqui todos os agentes de saúde, da Defesa Civil que estão nessa iniciativa. Cumprimentar a participação do prefeito Marcio Lacerda, do secretário [de Governo de Minas Gerais] Odair Cunha e as demais autoridades.

Essa é uma questão de interesse nacional, que une todos os governos, que une todas as esferas de atuação do Estado brasileiro. Como o prefeito e o secretário já colocaram, nós podemos combater essa epidemia, nós podemos combater essa doença.

Nossas estratégias estão focadas em três ações. Nós estamos em parceria com vários organismos internacionais, principalmente no resto do mundo, tentando desenvolver uma vacina o mais rápido possível. Já foi feito um contato entre o governo brasileiro e o governo americano com vários institutos de saúde internacionais para tentar acelerar os estudos para desenvolvimento de uma vacina. Mas isso leva um tempo.

Enquanto esse tempo não chega, o nosso principal desafio, nossa principal obrigação, como autoridades públicas, é combater a disseminação dessa doença. E hoje isso é combater a reprodução do mosquito. É por isso que a gente está aqui hoje, prestando essa solidariedade, participando junto com os agentes, sendo mais uma pessoa nesse esforço total de informar melhor a população, como que a gente pode controlar, como que a gente pode combater os focos de disseminação do mosquito. Se cada um fizer sua parte, nós vamos conseguir diminuir bastante a disseminação dessa doença. Se cada um dedicar cinco minutos do seu dia pra verificar onde é que pode ter um foco de água parada, um foco de germinação desse mosquito, nós vamos conseguir diminuir bastante a incidência dessa doença e vamos conseguir evitar isso de uma maneira mais eficiente. Esse é o desafio, essa é nossa frente de ação.

Em terceiro lugar, nós também estamos prestando todo o cuidado às pessoas que foram afetadas pelo [vírus] Zika, tanto as pessoas que estão sofrendo as consequências da doença como as crianças que eventualmente podem ter sido afetadas pelo [vírus] Zika. O governo federal também está ampliando suas ações neste sentido. Não faltará recurso para o combate à Zika, para o combate ao mosquito Aedes aegypti. Essa é uma prioridade nacional, esse é um esforço de Estado que todos nós estamos participando. Agradeço aqui a participação dos efetivos da Força Militar, da Defesa Civil, e todos nós do governo estamos empenhados em ajudar nisso.

Hoje é o dia de mobilização. É um dia de informação, é um dia de visitar as casas, de sensibilizar as pessoas em como cada um pode ajudar. Se cada um fizer sua parte – basta dedicar alguns minutos do seu dia para tentar prevenir esses focos de reprodução do mosquito –, a gente vai conseguir diminuir muito a disseminação dessa doença. Esse é o nosso desafio, tenho certeza que a gente pode superar isso. Nós temos todos os meios necessários para superar isso.

Muito obrigado.”

Download do Áudio